Afinal, leite faz bem ou mal para saúde?

leite faz bem ou mal

Se durante muitos anos o leite foi um dos pilares para uma alimentação saudável, hoje essa teoria já está sendo contestada. Assim como outros alimentos de origem animal, o consumo de leite está cercado de informações contraditórias, mas afinal o leite faz bem ou mal?

Levando em consideração que o brasileiro consome cerca de 172 litros de leite por ano, ocupando o quinto lugar no ranking de consumo da bebida, é preciso entender um pouco mais sobre esse alimento. Existem diversas pesquisas que comprovam alguns benefícios e outras que apresentam malefícios da bebida, vamos aos esclarecimentos e tire a sua conclusão se o leite faz bem ou mal para saúde.

A bebida é composta por 87% de água e o restante é uma combinação de gordura, proteínas, carboidratos, vitaminas e sais minerais. Sua composição nutricional fez com que o leite se tornasse uma das bebidas mais consumidas do mundo.

Principais benefícios do leite para saúde

  • O cálcio, mineral essencial para a formação dos ossos, é o principal nutriente do leite. Para ter ideia, um copo de leite contém cerca de 300 mg. A falta de cálcio pode comprometer o desenvolvimento ósseo.
  • A musculatura também é favorecida com o consumo de leite, contribuindo para a formação de novas células e com o crescimento daquelas já existentes.
  • Fonte de triptofano, aminoácido precursor da serotonina, o leite está associado ao bem-estar, e a prevenção da insônia e depressão.
  • Potássio e magnésio são os minerais utilizados pelo corpo para controlar a pressão arterial. Todos eles são encontrados no leite.
  • A falta de cálcio e vitamina D no sangue contribui para o surgimento da diabetes tipo 2. O leite contém ambos em sua composição, por isso consumi-lo pode ser considerada uma forma de prevenção.


Outros benefícios

  • Atua na estimulação do sistema imunológico.
  • Possui capacidade antioxidante.
  • Auxilia no cuidado da pele.
  • Ajuda na saúde dos dentes.
  • Ajuda no desenvolvimento cerebral.
  • Regula o sistema imunológico.


Malefícios do leite

  • 75% de pessoas no mundo não produzem a enzima lactase, que é necessária para digerir a lactose do leite.
  • Contém gordura saturada.
  • Para aumentar a produção, as vacas tomam hormônios do crescimento e antibióticos que acabam no leite.
  • O processo de pasteurização, ao mesmo tempo em que elimina bactérias nocivas, acaba também com parte das propriedades nutritivas da bebida.
  • Os laticínios provocam mucosidades, contribuindo para problemas respiratórios e alergias de todo o tipo.
  • Pesquisas apontam que o consumo de leite pode estar relacionado ao risco de desenvolver câncer.


Algumas doenças que, segundo estudos, podem estar relacionadas ao consumo do leite de vaca

  • Asma.
  • Colite ulcerativa.
  • Síndrome do intestino irritável.
  • Diabetes mellitus tipo I.
  • Dores abdominais.
  • Doença de Crohn.
  • Doenças coronárias.
  • Esclerose múltipla.
  • Fístulas e fissuras anais.
  • Incontinência urinária.
  • Intolerância à lactose.


Controvérsias do leite

Parando pra pensar nós, humanos, somos o único mamífero que consome leite na fase adulta e ainda de outros animais. De acordo com os estudos, talvez essa seja uma das principais provas de que nós não precisamos desse alimento para sobreviver.

Na China, Japão, Vietnã e Coreia a população não costuma consumir laticínios e mesmo assim esses países apresentam baixas taxas de fraturas ósseas e osteoporose. Já na Finlândia, Estados Unidos e Suécia o consumo de leite é alto, porém apresentam altas taxas de fraturas ósseas e osteoporose.

Por fim, a pergunta que não quer calar: será que os benefícios do leite compensam as possíveis consequências negativas do seu consumo? Qual a sua opinião, o leite faz bem ou mal para saúde?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *