Entenda as diferenças entre as recomendações de uma refeição saudável e uma não saudável

Entenda as diferenças entre as recomendações de uma refeição saudável e uma não saudável

Para alcançar um consumo alimentar saudável e uma refeição nutritiva, a pirâmide alimentar foi adaptada para a população brasileira afim de promover uma dieta adequada e balanceada que facilitasse a seleção e o consumo dos alimentos de todos os grupos alimentares da pirâmide. A alimentação deve ser composta por 6 refeições diárias com qualidade e quantidade suficiente para todos os indivíduos.

A pirâmide faz parte do processo de educação alimentar e é considerada um guia eficaz para cumprir as recomendações do consumo de alimentos saudáveis. Ela é dividida por grupos alimentares e número de porções diárias recomendadas de acordo com cada grupo alimentar, sendo eles:

piramide2

  • Grupo do arroz, pão, massa, batata e mandioca, 6 porções diárias;
  • Grupo das frutas, 3 porções diárias;
  • Grupo das verduras e legumes, 3 porções diárias;
  • Grupo do leite, queijo e iogurte 3 porções diárias;
  • Grupo das carnes e ovos 1 porção diária;
  • Grupo dos feijões e oleaginosas, 1 porção diária;
  • Grupo dos óleos e gorduras, 1 porção diária;
  • Grupo dos açúcares e doces, 1 porção diária.

O guia alimentar lançado pelo ministério da saúde também busca promover uma alimentação saudável, balanceada e ao mesmo tempo saborosa, orientando as pessoas a optarem por Comidas Caseiras e evitar o consumo do fast food e de produtos processados. Ao contrário da pirâmide que mostra grupos alimentares e porções recomendadas, o guia oferece conhecimento de como manter uma alimentação a base de alimentos frescos e a diferença entre os tipos de alimentos:

  • Alimentos frescos ou in natura são aqueles que fazem parte de plantas ou animais, por exemplo: carnes, legumes, verduras e frutas;
  • Alimentos minimamente processados são aqueles que quando submetidos a processos como moagem, limpeza e pasteurização. Não são introduzidas substâncias ao alimento original, por exemplo: arroz, feijão, lentilhas, cogumelos, frutas secas e sucos de frutas sem adição de açúcar ou outras substâncias como: castanhas e nozes sem sal ou açúcar, farinhas de mandioca, de milho, de tapioca ou de trigo e massas frescas;
  • Alimentos processados são aqueles que são produzidos para ter maior durabilidade, serem mais atraentes e saborosos com adição de sal ou açúcar, por exemplo: conservas em salmouras (cenoura, pepino, ervilhas, palmito), compostas de frutas, carnes salgadas e defumadas, sardinha e atum em lata, queijos e pães;

Alimentos ultra processados são aqueles que contém aditivos e quase nada ou nada do alimento inteiro, exemplos: salsichas, biscoitos, chocolates, sorvetes, macarrão instantâneo, nuggets e refrigerantes. A escolha adequada dos alimentos junto com a prática de atividade física, pelo menos 30 minutos por dia, trará saúde para você e sua família!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *